PASTORAL LATINOAMERICANA

NOTICIAS

Download (PDF, 247KB)

COMUNICACIONES

Atendemos consultas personales y acompañamiento de la vida de fe, de 14:00 a 16:00 los martes, miércoles y jueves.

Atendemos consultas pessoais e acompanhamento da vida de fé, de 14:00 às 16:00 as terças, quartas e quintas feiras.

Teléfono: 03-5759-1061

Enlaces (links) con otras webpages:

http://www.juanmasia.com/

http://d.hatena.ne.jp/jmasia/

PALABRA DE LUZ

被昇天の恵みを祝って、アベ・マリアを唱えましょう

アベ・マリア、喜びなさい、マリアよ、恵み溢れる泉、

人類を代表する女性として

父なる神から祝福されたマリアよ。

主はあなたともともにおられます。

あなたが生んだ子は最高の祝福であり、

人類を救う神からの最大の恵みです。

幸いなるマリアよ、

あなたは御言葉を受け入れ、

みことばを信頼し、

み言葉を宿しました。

み言葉が賛美させられますように。

神である主のみ言葉を受け入れたイエスの母、聖マリアよ、

あなたは死の門を超えるとき、神の聖なる息吹につつまれて変容させられました。

罪人であるわたしたちはあなたのとりなしを願います。主イエスの手をとり、死の門をこえて永遠の命に入り、にやすらぎをえることができますように、

主イエス・キリストによってお祈りいたします。アーメン

Celebramos la Festividad de la Asunción meditando el Ave María

Ave Maria. Alégrate Maria, agraciada y bendecida.

Mujer representante de todo el género humano,

has sido colmada de bendición y gracia.

El Señor está contigo y dentro de tí.

El fruto bendito de tu vientre, Jesús, es la bendición misma en persona,

la mayor bendición de Dios para la salvación del mundo

Enhorabuena, María, Dichosa tú que acogiste la Palabra divina,

Te fiaste de la Palabra、concebiste la Palabra, alumbraste al Salvador.

Santa María, tu recibiste en tu seno la Palabra encarnada de Dios,

Tú cruzaste el umbral de la muerte envuelta por el Aliento de Vida

que te transfiguró para entrar en la Vida Eterna.

Llamada por tu Hijo saliste por el éxodo de la muerte hacia la Vida Verdadera.

Ruega por nosotros pecadores, acogidos a tu amparo, que podamos cruzar de la mano de Jesús el umbral de la muerte hacia el descanso definitivo.

Así lo suplicamos por Jesucristo Nuestro Señor. Amén.

PALABRA DE LUZ Y PAN DE VIDA

A COVARDIA DO “MEIO – TERMO”

“Quem põe a mão no arado e olha para trás, não está apto para o Reino de Deus” (Lc 9,62)

Jesus é muito claro quando se refere à radicalidade no seu seguimento. “Ninguém pode ser meu discípulo se antes não renunciar a tudo o que possui!” (Lc.14,33). Trata-se de uma atitude, uma postura, uma entrega.

E a palavra é “tudo”. O discípulo pela metade não pode ser discípulo. Jesus, ao associar seguidores à sua missão, pede sinceridade na vontade e verdade no coração. Não servem as entregas pela metade. Ele não se contenta com “amor a prestações”, com retalhos de vida.

A entrega parcial não é entrega. O “apego” a algo ou alguém esvazia a afeição à pessoa de Jesus, travando a entrega e tornando impossível que a relação com Ele cresça, se desenvolva e encha nossa vida de sentido. A entrega total, pelo contrário, traz à luz todos os nossos recursos, desperta nossas potencia-lidades e incendeia nossa fé.

Esta é a atitude genuína e verdadeira diante da vida. Esta determinação é a que abre caminho, avança e ativa a criatividade. Ficar com “alguma coisa” daquilo que Ele pede, fazer as coisas pela “metade”, adiar, regatear, dissimular… é impedir a livre ação da Graça do Pai em nosso interior.

A decisão autêntica é clara, completa e definitiva. Com “meias-tintas” não se escreve bem.

O evangelista Lucas desvela esse jogo do “meio-termo” no relato deste domingo. Duas pessoas manifestam o desejo de seguir Jesus e uma terceira é chamada pelo próprio Jesus. Mas, há algo em comum entre elas: as três apresentam “condiçõespara fazer o caminho do seguimento. Dizer “condição” equivale a dizer “não”, mantendo as aparências; é continuar apegado às “mediações” (bens, família, pai) sem investir afetivamente no Reino. É medo de avançar, de arriscar, de ousar…

A resposta do meio-termo pode, de fato, causar mais prejuízo do que a negativa sincera, porque uma negativa clara pode um dia levar ao arrependimento e à reconciliação; ao passo que o adiamento cortês, apesar de ser negativa absoluta, cria a impressão de ser um gesto aceitável e embota a consciência.

O auto-engano do “SIM”, mas “NÃO” desemboca na mediocridade, no fazer as coisas pela metade… é a funesta arte do regateio. E a mediocridade não tem lugar no caminho do seguimento de Jesus.

               “Conheço tua conduta: não és frio nem quente. Oxalá fosses frio ou quente! Assim, porque és

                   és morno, nem frio nem quente, estou para te vomitar de minha boca” (Apc.3,l5)

O medo de perder “algo” ou “alguém” no futuro atrapalha viver intensamente o presente. Quantos “pesos mortos” arrastamos em nossa vida, com recordações, lembranças, apegos, afetos desordenados…!

O desejo de possuir confunde nossa vida. E já não se trata mais de uma lição moral sobre o vício ou a virtude, mas do impacto psicológico que produz em nosso comportamento o fato de nos sentirmos apegados a algo ou a alguém, com a consequente perda de liberdade e o perigo da dependência que esse apego causa. O apego às coisas e às pessoas impede-nos de mover com facilidade. Perdemos o “fluxo” da vida, o impulso do movimento, a suavidade do “deslizar pela existência”.

          “Diga-me o tamanho dos seus apegos, e eu lhe direi o tamanho do seu sofrimento”.

Para desmascarar nossas justificativas e racionalizações referentes aos nossos apegos, Jesus não contou apenas parábolas; muitas das suas expressões são também enigmáticas e impactantes. Mas é justamente esse modo de falar de Jesus que possui efeito provocativo e surpreendente.

Ao dizer – “deixem que os mortos enterrem os seus mortos” -, Ele nos faz entrar em contato com tudo aquilo que está morto em nós mesmos: tudo que não significa vida, com a rotina repetitiva do nosso dia a dia, com o vazio interior, com as coisas estagnadas da nossa existência.

Com sua linguagem radical, Jesus nos permite chamar as coisas pelo que são e declará-las mortas. Ele convida a nos afastar das coisas que não mais nos dizem respeito e que exigem um alto investimento afetivo. Muitas “aderências afetivas” – bens, posses, pessoas, lugares, poder, vaidade, segurança material – não estão ligadas à nossa vida verdadeira, impedindo-nos de nos concentrar na causa do Reino de Deus e no seu anúncio.

Sabemos que uma das características mais originais do ser humano é a capacidade de assumir compro-missos. Comprometer é empenhar-se radicalmente, é arriscar-se num projeto ousado, é envolver-se numa causa inovadora. No compromisso, joga-se a própria vida. Em Jesus Cristo, a pessoa encontra a realização da empresa mais nobre e a garantia de poder entregar-se a ela sem se enganar.

O ato de decidir é o mais nobre e profundo de todos os atos do ser humano, a própria definição da pessoa e a expressão última de sua dignidade. E precisamente porque é nobre e profundo, definindo a identidade de cada pessoa, decidir torna-se difícil e penoso. Por isso sua reação instintiva ao enfrentar uma decisão é tratar de evitá-la, dissimulá-la, adiá-la.

Custa decidir porque lhe custa definir. Muitos pertencem à “confraria do último dia”.

Chegamos à pós-modernidade com enorme carga de medo; medo cruel que alcança todo mundo, medo que afeta os corajosos e agride os ousados: medo de comprometer-se, medo de definir-se, medo de equivocar-se, medo de enfrentar, medo de ter de agir, medo de fazer opções, medo da própria missão…

O medo corrói as fibras humanas, asfixia talentos, esvazia a vida e mata a criatividade.

O medo encolhe o ser humano, inibe a decisão e bloqueia os movimentos em direção ao “mais”.

O medo cega os canais do discernimento, imobiliza o mecanismo das decisões.

Quem teme não pode decidir bem. Sob a influência do medo, o olhar, o pulso, o equilíbrio deixam de ser o que deveriam ser e de agir como deveria agir. O ambiente se turva e a eleição se frustra.

Para desenvolver ao máximo nossas potencialidades, temos de enfrentar dilemas, encruzilhadas, perplexi-dades e responsabilidades. Isto nos faz descer ao chão da vida, despertar nossas energias, encontrar a nós mesmos.

Seguir Jesus Cristo é aderir a Ele incondicionalmente, é “entrar” no seu caminho, recriá-lo a cada momento e percorrê-lo até o fim. Seguir é deixar-se con-figurar, movimento pelo qual a pessoa vai sendo modelada à imagem de Jesus.

O seguimento de Jesus Cristo pressupõe uma pessoa capaz de sair de si mesma, de des-centrar, com coragem de arriscar. Sem se abrir ao “magis”, que habita o coração humano, não haverá desejos de identificação com o Peregrino da Galiléia.

Diante do Cristo que chama, a pessoa sente-se pro-vocada, chamada a superar-se, desafiada a arriscar e a ser “mais”. É preciso sonhar alto, ter ideais, ser uma pessoa corajosa e marcada pela esperança para poder “escutar” o apelo de Cristo; é preciso ser apaixonado, deixar-se empolgar, aceitar correr riscos na vida para saber o que significa o “comigo” de Cristo; é indispensável uma enorme generosidade para se dedicar incondicionalmente a uma grande causa; é preciso forte dose de ousadia e coragem para transcender-se, ir além de si mesmo…

Texto bíblico:  Lc 9,51-62

Na oração: Temos muitas atitudes, posses, ideias, cargos, posições, bens… que consideramos como Vontade de Deus; na realidade é tudo “projeção” de nossos desejos atrofiados; é tudo manifestação de nossos “afetos desordenados”.

– No seguimento de Jesus, o que prevalece em sua vida? Adesão incondicional à pessoa d’Ele ou seguimento sob condições? Que “apegos” travam sua vida, exigindo um alto investimento afetivo?

– Que paixão move sua vida? Seu coração está livre?…

Pe. Adroaldo Palaoro sj

 

 

PAN DE VIDA

LITURGIA EUCARÍSTICA EN FAMILIA

家庭集会の祈りで福音の言葉と主の晩餐を祝う

 

司祭がいないとき、言葉の祭儀を行い、霊的に聖体拝領をするための式次第

(食前の祈りのために、食卓の上、十字架と聖書およびパンと杯をおいておく)

Catholic Tokyo International Center (CTIC)

4-6-22 Kamiosaki, Shinagawa-ku Tokyo 141-0021     Tel 03-5759-1061

 

 

REZANDO JUNTOS EN FAMILIA

CELEBRAMOS LA LITURGIA DE LA CENA DEL SEÑOR

ESCUCHANDO LA LECTURA DEL EVANGELIO

Y RECIBIENDO ESPIRITUALMENTE LA COMUNIÓN

 

―En el nombre del Padre y del Hijo y del EspÍritu Santo. Amén.

―Si dos o tres se reúnen en mi nombre, allí estoy presente, dice Jesús.

El Señor está en medio de nosotros.

(CONVERSIÓN―Reconozcamos en silencio ante Dios nuestras culpas (Pausa)

+Señor, ten piedad.  Señor, ten piedad

+Muéstranos, Señor, tu misericordia   Y danos tu salvación

+Que Dios misericordioso perdone nuestras culpas, sane las heridas del corazón y haga crecer la semilla de vida eterna que su Espíritu plantó en nuestro interior.  Amén

(EVANGELIO) Mateo, 18, 19-20). Os lo digo otra vez: Si aquí en la tierra dos de vosotros se ponen de acuerdo, cualquier asunto por el que pidan les resultará, por obra de mi Padre del cielo, pues donde están dos o tres  reunidos apelando a mí,  allí, en medio de ellos, estoy yo. ―Palabra de Dios. *Amén

(OFRENDA) Acoge, Señor, nuestra vida, con sus gozos y esperanzas, penas y trabajos; y envía tu Espíritu que la transforme en vida de Cristo para el bien del mundo. Amén.

(ACCIÓN DE GRACIAS) Recordamos el encargo del Señor en la Cena. Jesús dio gracias a Dios, tomó el pan y lo repartió diciendo: Esto es mi vida que se entrega por ustedes. Cada vez que repitan esta acción, allí estaré presente.―Este es el misterio de nuestra fe.

Anunciamos tu muerte, proclamamos tu Resurrección. ¡Ven, Señor Jesús!

(COMUNIÓN ESPIRITUAL) C: Animados por su Espíritu, rezamos con la oración de Jesús. Padre nuestro, que estás en el cielo, santificado sea tu nombre, venga a nosotros tu reino: hágase tu voluntad en la tierra como en el cielo. Danos hoy nuestro pan de cada día: perdona nuestras ofensas, como también nosotros perdonamos a los que nos ofenden; no nos dejes caer en la tentación, y líbranos del mal. Amén.

C: Oremos con el deseo de recibir el cuerpo glorioso de Cristo y vivir unidos a él.*Señor, no soy digno (a) de que vengas a mi casa, pero una palabra tuya bastará para sanarme. Silencio para recibir espiritualmente la comunión

(INTERCESIONES) ―Oremos por la paz del mundo *Escúchanos, Señor

―Oremos por las víctimas de la violencia, la pobreza, el odio y la injusticia. Oremos por la defensa de toda vida y por la conservación del planeta.Escúchanos, Señor.

Oremos por los enfermos víctimas de la pandemia… Escúchanos, Señor.

Oremos por nuestros difuntos… *Escúchanos, Señor

(BENDICIÓN) Que Dios Padre, Hijo y Espíritu Santo, bendiga a esta familia Amén

 

CELEBRANDO EM FAMÍLIA A PALAVRA E A CEIA DO SENHOR

+ Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.―Se dois ou três se reúnem em meu nome, estou alí presente, disse Jesus.Ele está no meio de nós.

(CONVERSÃO): Mostra-nos Senhor, vossa misericórdia.. E dá-nos vossa salvação.

+ Que Deus misericordioso perdoe nossas culpas, cure as feridas do coração e faça que dê fruto a semente de vida eterna que Ele plantou no nosso interior. Amém

EVANGELHO) Mateus 18, 19-20)Os lo digo otra vez: Se dois de vocês na terra estiverem de acordo sobre qualquer coisa que queiram pedir, isso lhes será concedido por meu Pai que está no céu. Pois onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, eu estou aí no meio deles.  + Palavra de Deus  * Graças a Deus

(OFERENDA) + Apresentamos e oferecemos ao Senhor a vida de cada dia da nossa família, com nossas penas e alegrias, esperanças e gozos, êxitos e fracassos, com nossa ação de graças a Deus pela vida que nos dá. Pedimos-lhe que envíe seu Espírito de Vida, que abençoe e transforme nossas vidas e nossas famílias para que vivamos dando-nos vida mutuamente na família e na sociedade.  Bendito seja Deus para sempre.

AÇÃO DE GRAÇAS) +Recordemos agora a oração e encargo de Jesus na Última Ceia. Jesus levantou os olhos ao céu, deu graças a Deus Pai, tomou o pão, e o repartiu dizendo: Isto é a minha vida que se entrega por vocês. Cada vez que se repita esta ação, eu estarei no meio de vocês. +Este é o mistério de nossa fé. Anunciamos a vossa morte e proclamamos a vossa ressurreição. Vem, Senhor Jesus!

(COMUNHÃO)―Inspirados pelo Espírito Santo, rezamos ao Pai com a oração de Jesus*Pai nosso que estais nos céus, santificado seja o vosso nome, venha a nós o vosso Reino, seja feita a vossa vontade assim na terra como no céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido; e não nos deixeis cair na tentação, mas livrai-nos do mal.   Amém.

+Desejamos receber espiritualmente o corpo glorioso de Cristo e viver em união com Ele.  Senhor, eu não sou digno(a) de que entreis em minha morada, mas dizei uma palavra e serei salvo(a). (Breve Silêncio para recever espiritualmente a comunhão)

(INTERCESSÕES)

+ Rezamos pelo mundo inteiro e pela Igreja. Escuta-nos, Senhor.

+ Pelas vítimas da violência, da pobreza, do ódio e da injustiça Escuta-nos, Senhor.

+ Pelos problemas de nossas famílias Escuta-nos, Senhor.

+ Por nossos difuntos  Escuta- nos, Senhor.

(BÊNÇÃO)―Que o Senhor nos abençoe, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. * Amém.

 

 

 CELEBRATION OF THE GOSPEL AND SPIRITUAL COMMUNION

+In the name of the Father, and of the Son, and of the Holy Spirit. *Amen.

+The Lord said: If two or three of you are gathered in my name, I shall be present among you. Let the Presence of the Lord be with us. The Lord is among us.

(CONVERSION)―Show us, O Lord, your mercy  * And grant us your salvation

Pause. In silence we ask for forgiveness

+ May all-merciful God heal our wounds, and bring us to everlasting life. Amen

(GOSPEL) + Let us listen to the Gospel (Lk 4, 1-:4). In truth I tell you once again, if two of you on earth agree to ask anything at all, it will be granted to you by my Father in heaven. For where two or three meet in my name, I am there among them.

+The Word of God. Amen

(OFFERING)―We present to the Lord the daily life of our family, with our joys and hopes, griefs and anxieties. May the Spirit of life transform our daily life, that we may live giving to each other the life of Christ. Blessed be God for ever. Amen.

(THANKSGIVING)―The Lord, on the day before he was to suffer, he took bread and giving thanks broke it , and gave it to his disciples, saying: Take this, all of you, and eat of it, for this is my body, which will be given up for you. Do this in memory of me. This is the mystery of faith.

We proclaim your death, and profess your Resurrection until you come again.

(COMMUNION) + To prepare our hearts to receive Holy Communion spiritually, let us say together the prayer of Jesus: Our Father, who art in heaven, Hallowed be thy name. Thy kingdom come, Thy will be done on earth as it is in heaven. Give us this day our daily bread, and forgive us our trespasses, as we forgive those who trespass against us; and lead us not into temptation, but deliver us from evil. Amen.

+We believe in Jesus Christ, who is always coming to our life to give us life. We wish to be united with Him, and share in the giving of his life for the life of the world.

Lord, I am not worthy, that you should enter under my roof, but only say the word and my soul will be healed (Prayer in silence while we receive Communion spiritually)

(INTERCESSIONS AND BLESSING) + Let us pray for the peace of the world and the unity within the Church , we pray:* Lord, hear our prayer.

+ For the victims of war, violence, poverty and injustice… Lord, hear our prayer.

+ For all those suffering because of illness… Lord, hear our prayer.

+ For the dead members of our family Lord, hear our prayer.

+ May the Lord bless our family, that we may live giving life to each other. May the Lord bless us in the name of the Father, and of the Son, and of the Holy Spirit. Amen.

Download (PDF, 1.81MB)

Download (PDF, 1.12MB)